Continuando com as novidades do SQL Server 2008 R2 hoje irei começar uma serie de artigos sobre Multi-Server Administration.

Multi-Server Administration

O SQL Server 2008 R2 aborda questões sobre a gestão multi-servidor com a introdução de um novo recurso de gerenciamento, o SQL Server Utility. O SQL Server Utility melhora a experiência de administração de vários servidores, ajudando os administradores de banco de dados a gerenciar pró ativamente o ambiente de banco de dados de forma eficiente, através da visibilidade centralizada na utilização de recursos.

The SQL Server Utility

O SQL Server Utility é um recurso de gerenciamento avanço incluído no SQL Server 2008 R2 para permitir que os administradores de banco de dados monitorem e gerenciem de forma centralizada os dados de aplicações e instâncias do SQL Server, todos em uma única interface de gerenciamento. Este interface, conhecida como Utility Control Point (UCP), é o ponto central do SQL Server Utility.

Figura 1 – SQL Server Utility Control Point(UCP) e instancias gerenciadas

O UCP faz uma coleção de instâncias com um repositório de dados de desempenho e políticas de gestão. Depois que os dados são coletados a partir de instâncias gerenciadas, o Utility Explorer e o dashboard do SQL Server Utility fornecem aos administradores uma visão de recursos através da avaliação de políticas e análise de tendências. Dentro do SQL Server Utility podemos visualizar:

  • Instancia de SQL Server
  • Aplicações Data-tier
  • Arquivos de banco de dados
  • Volumes de disco

Embora muitos administradores de banco de dados possam estar ansiosos para implementar um UCP e começar o monitoramento proativo em seu ambiente SQL Server, é precioso se familiarizar com a nova terminologia e os componentes que compõem o SQL Server Utility.

O SQL Server Utility representa uma organização de entidades SQL Server relacionadas com uma visão unificada, o que apoia ações como a especificação de políticas de utilização dos recursos que seguem as exigências de utilização de uma organização. O Utility Explorer e o SQL Server Utility estão dentro do SSMS e oferecem a você uma visão da saúde do seu SQL Server.

A interface do Utility Explorer prove uma visão de uma árvore de hierarquia para gerenciar e controlar o SQL Server Utility. O seu uso inclui: conexão com um UCP, criação de um UCP, implantação de aplicações Data-Tier e visualização utilizando relatórios.

O Utility Explorer prove dashboard e List Views que fornecem um resumo e apresentações detalhadas dos recursos e das configurações das instâncias do SQL Server, aplicação data-tier. Entre os recursos podemos citar: utilização de CPU, utilização de espaço de arquivo, e utilização do espaço de volume de disco. Isto permite uma visão para a utilização de recursos e violações de políticas e ajuda a identificar oportunidades para melhorar e maximizar o valor dos investimentos em hardware.

Utility Control Point (UCP)

O UCP oferece um ponto central para o SQL Server Utility usando SSMS para organizar e monitorar o SQL Server. O UCP coleta as configurações e informações de desempenho para gerenciar instâncias do SQL Server a cada 15 minutos, isso não é configurável (em minha opinião a MS poderia deixar a critério dos DBAs esse tempo de coleta de dado). A informação é armazenada no Utility Management Data Warehouse (UMDW) no UCP. Os dados de desempenho do SQL Server são comparados com as políticas definidas para ajudar a identificar problemas de recursos e oportunidades de melhoria.

Utility Management Data Warehouse (UMDW)

O UMDW é um banco de dados relacional usado para armazenar os dados que são coletados para gerenciar as instancias SQL Server. O UMDW é criado automaticamente quando o UCP é criado, o nome do banco de dados é sysutility_mdw (nome feio, e fora de padrão) esse banco de dados utiliza modo de Simple Recovery, por padrão os dados são coletados a cada 15 minutos e o periodo de retenção dos dados é de 1 ano.

clip_image003

Figura 2 – Dashboard incial do UCP

Agora a diversão está garantida! Comecem a brincar…

[]’s

This is Tiago Balabuch's website, and this is a bit of copy about him. He is enthusiast, fascinated, passionate, fanatic by SQL Server and in the off-hours a Data Engineer who loves what he does and he is traveling in the cloud and surfing on the wave of the moment called Azure! Originally from Brazil and with encouragement from family and friends, Tiago moved to Europe in 2017 where lives in Ireland. In addition to being a data engineer, he is also active speaker in the SQL PASS events and keeps up to date on the key technologies and technical certifications. Tiago hold these certification MCT, MCSE - Data Management and Analystics, MCSA - SQL Server 2016/2014/2012. Simply psychedelic and manic he is just one more freak who likes SQL Server and its new features ...

Responda