Continuando com as novidades do SQL Server 2008 R2 hoje irei começar uma serie de artigos sobre Multi-Server Administration.

Multi-Server Administration

O SQL Server 2008 R2 aborda questões sobre a gestão multi-servidor com a introdução de um novo recurso de gerenciamento, o SQL Server Utility. O SQL Server Utility melhora a experiência de administração de vários servidores, ajudando os administradores de banco de dados a gerenciar pró ativamente o ambiente de banco de dados de forma eficiente, através da visibilidade centralizada na utilização de recursos.

The SQL Server Utility

O SQL Server Utility é um recurso de gerenciamento avanço incluído no SQL Server 2008 R2 para permitir que os administradores de banco de dados monitorem e gerenciem de forma centralizada os dados de aplicações e instâncias do SQL Server, todos em uma única interface de gerenciamento. Este interface, conhecida como Utility Control Point (UCP), é o ponto central do SQL Server Utility.

Figura 1 – SQL Server Utility Control Point(UCP) e instancias gerenciadas

O UCP faz uma coleção de instâncias com um repositório de dados de desempenho e políticas de gestão. Depois que os dados são coletados a partir de instâncias gerenciadas, o Utility Explorer e o dashboard do SQL Server Utility fornecem aos administradores uma visão de recursos através da avaliação de políticas e análise de tendências. Dentro do SQL Server Utility podemos visualizar:

  • Instancia de SQL Server
  • Aplicações Data-tier
  • Arquivos de banco de dados
  • Volumes de disco

Embora muitos administradores de banco de dados possam estar ansiosos para implementar um UCP e começar o monitoramento proativo em seu ambiente SQL Server, é precioso se familiarizar com a nova terminologia e os componentes que compõem o SQL Server Utility.

O SQL Server Utility representa uma organização de entidades SQL Server relacionadas com uma visão unificada, o que apoia ações como a especificação de políticas de utilização dos recursos que seguem as exigências de utilização de uma organização. O Utility Explorer e o SQL Server Utility estão dentro do SSMS e oferecem a você uma visão da saúde do seu SQL Server.

A interface do Utility Explorer prove uma visão de uma árvore de hierarquia para gerenciar e controlar o SQL Server Utility. O seu uso inclui: conexão com um UCP, criação de um UCP, implantação de aplicações Data-Tier e visualização utilizando relatórios.

O Utility Explorer prove dashboard e List Views que fornecem um resumo e apresentações detalhadas dos recursos e das configurações das instâncias do SQL Server, aplicação data-tier. Entre os recursos podemos citar: utilização de CPU, utilização de espaço de arquivo, e utilização do espaço de volume de disco. Isto permite uma visão para a utilização de recursos e violações de políticas e ajuda a identificar oportunidades para melhorar e maximizar o valor dos investimentos em hardware.

Utility Control Point (UCP)

O UCP oferece um ponto central para o SQL Server Utility usando SSMS para organizar e monitorar o SQL Server. O UCP coleta as configurações e informações de desempenho para gerenciar instâncias do SQL Server a cada 15 minutos, isso não é configurável (em minha opinião a MS poderia deixar a critério dos DBAs esse tempo de coleta de dado). A informação é armazenada no Utility Management Data Warehouse (UMDW) no UCP. Os dados de desempenho do SQL Server são comparados com as políticas definidas para ajudar a identificar problemas de recursos e oportunidades de melhoria.

Utility Management Data Warehouse (UMDW)

O UMDW é um banco de dados relacional usado para armazenar os dados que são coletados para gerenciar as instancias SQL Server. O UMDW é criado automaticamente quando o UCP é criado, o nome do banco de dados é sysutility_mdw (nome feio, e fora de padrão) esse banco de dados utiliza modo de Simple Recovery, por padrão os dados são coletados a cada 15 minutos e o periodo de retenção dos dados é de 1 ano.

clip_image003

Figura 2 – Dashboard incial do UCP

Agora a diversão está garantida! Comecem a brincar…

[]’s

Maníaco, entusiasta, fascinado, fanático por SQL Server e nas horas vagas um DBA que adora o que faz! Também possui certificações como: MCT, MCSE - Data Management and Analystics, MCSA - SQL Server 2014/2012

Responda